SINDSAUDESP SINDSAÚDE-SP

Que em 2014 estejamos juntos e fortes na luta por salário decente e condições de trabalho dignas!
  • São Paulo, 24 de julho de 2014
  • Webmail

Conselho de Delegados do SindSaúde-SP se reúne na sexta-feira (27/03)

Por SINDSAÚDE-SP
Terça-feira, 24 de março de 2009

O Conselho Estadual de Delegados Sindicais de Base do SindSaúde-SP, formado por delegações de todo o estado, se reúne na sexta-feira, 27/03, às 10 horas, no auditório do Sindicato dos Químicos de São Paulo, rua Tamandaré, 348 (Bairro da Liberdade – São Paulo), para deliberar os próximos passos da Campanha Salarial dos trabalhadores públicos estaduais da saúde que têm data-base em março.

Em janeiro, o Sindicato encaminhou a pauta de reivindicações ao Governo do Estado e tem se reunido com a Coordenadoria de Recursos Humanos da Secretaria da Saúde. Entre os pontos de pauta em discussão na mesa de negociação, estão 47% de reposição de perdas salariais, carreira específica da saúde, regulamentação da jornada de trabalho e aumento do vale refeição, congelado desde 2000 em R$ 4,00, para R$ 14,00.

Um dos pontos aprofundado na mesa de negociação é a carreira da saúde.

O SindSaúde-SP reivindica um plano de carreira baseado no PCCS-SUS.

O Governo do Estado quer um plano baseado na LC 1.080/08 que reestruturou os cargos da área administrativa. Quando o projeto foi anunciado em outubro de 2008, sem negociação com as entidades sindicais do funcionalismo, o SindSaúde-SP já apontava suas distorções. Por isso busca na negociação da carreira específica da saúde junto à Secretaria da Saúde construir um plano para todos os trabalhadores da saúde, inclusive os administrativos, e sem os erros da LC 1.080/08.

No Conselho, também serão tratados as ações do Sindicato na área de Saúde do Trabalhador da Saúde, o andamento do 9º Congresso e a LC 1.080/08.

Após a atividade, os trabalhadores seguirão para o Ato Unificado do Funcionalismo na Praça da Sé, às 14 horas.

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

47% de reposição das perdas salariais
Plano de Carreira
Incorporação das gratificações
Reajuste do salário base
Elevação do piso salarial
Aumento do vale-refeição de R$ 4,00 para R$ 14,00
Regulamentação da jornada para todos os trabalhadores da saúde
Extensão do Prêmio de Incentivo para todos os trabalhadores da Saúde
Garantia aos aposentados a equiparação salarial aos da ativa
Implementação de políticas de combate ao assédio moral
Manutenção do emprego público e contratação de pessoal por concurso público
Melhoria das condições de trabalho e atendimento à população
Fim das terceirizações na rede estadual de saúde, conforme deliberação dos Conselhos Nacional e Estadual de Saúde



Comentar esta matéria (0)

Não há comentário cadastrado





Filiado a

© 2003 - 2010 Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde no Estado de São Paulo
Registro Sindical 000.000.97165-0